quinta-feira, 9 de junho de 2011

CARACTERÍSTICAS DE UM LÍDER E ESTILO DE LIDERANÇA: Como motivar os Liderados.

            A liderança é a capacidade de inspirar e influenciar outras pessoas para que realizem suas tarefas em prol de um único objetivo. Ela será exercida por um líder que deverá ser capaz de conduzir o trabalho em equipe dentro de uma organização. Para tal, é indispensável que esse líder esteja capacitado para exercer esse papel e possua características que possam inspirar os liderados.

       Em uma empresa, o trabalho em equipe requer a orientação de alguém, para  que todas as pessoas trabalhem de forma conjunta para alcançar os mesmos objetivos. Ao líder, cabe a função de promover o alinhamento uniforme entre os colaboradores. Ele precisa ter qualidades que despertem nos colaboradores confiança e vontade de seguirem as instruções transmitidas.  Para exercer influencia, um líder precisa ter caráter, dinamismo, perseverança, competência, poder de tomada de decisão e respeito aos colaboradores. As pessoas precisam acreditar no que o líder diz, pois ele deve ser coerente com suas idéias e atitudes, o que o torna um exemplo a seguir.

           Alguns indivíduos que exerçam liderança em uma equipe, podem adotar  uma postura autoritária e unilateral.  Outros podem ter uma posição mais democrática e flexível. São estilos diferentes de liderança, muitas vezes, intrínseco de quem exerce. Uma pessoa que exerce a liderança impondo suas ordens e idéias, sem possibilitar a exposição de opiniões da equipe liderada, certamente, não será um bom líder, ou pelo menos, não conquistará o respeito dos colaboradores, fazendo com que estes o obedeçam não por respeitar suas razões e posição, mas sim por receio de não atender às suas expectativas. Já aqueles que são mais acessíveis, conseguem persuadir com facilidade sua equipe.

            O sucesso de uma boa liderança começa com o conhecimento da equipe liderada. Cada indivíduo possui suas particularidades. No trabalho, alguns podem  ser mais eficientes e atentos, já outros podem ser perseverantes e articulados, por exemplo. Cada um com suas qualidades, virtudes, fraquezas e personalidades diferentes. Cabe ao líder, conhecer os componentes da sua equipe e suas peculiaridades. Através desse conhecimento e aproximação, ele poderá identificar os talentos e atribuições das pessoas e escolher a melhor estratégia de intervenção para atuar no grupo.  Poderá também, designar funções compatíveis a cada talento das pessoas, o que incide positivamente no resultado do trabalho.

            Os membros de uma organização, tanto os colaboradores quanto os gestores, possuem necessidades que deverão ser supridas a partir do trabalho. Este proporcionará uma remuneração financeira, que suprirá as necessidades básicas de cada um, como por exemplo: alimentação, moradia e lazer. Porém, os indivíduos precisam ser motivados por algo que vá além da remuneração em dinheiro. Neste contexto, cabe ao líder motivar a sua equipe para que ela realize suas atividades laborativas com prazer e comprometimento.

             Os desafios enfrentados pela liderança de uma equipe são solucionados com sucesso dependendo da intervenção eficaz de um líder.  Os conflitos existentes em uma equipe são comuns a todo tipo de relacionamento, afinal, cada pessoa tem  opiniões, cultura e hábitos diferenciados. A partir das diferenças podem surgir conflitos causados por motivos pessoais e profissionais. A liderança precisa solucionar esses conflitos da forma mais coerente para todos. Daí a importância de conhecer os indivíduos da equipe liderada. O líder deve incentivar o diálogo e o respeito entre os colaboradores, bem como, deve estar atento a vida pessoal dos mesmos. Muitas vezes problemas pessoais podem incidir negativamente sobre o resultado do trabalho. O líder pode até não solucionar problemas pessoais, porém, poderá atenuar as incidências dos problemas no trabalho. Outro desafio do líder é associar os interesses da empresa aos dos colaboradores. Para isso, ele deve promover a conscientização dos colaboradores a respeito do trabalho de cada um, sempre enfatizando a importância dos mesmos para a organização. Essa é uma relação de troca mútua, afinal, a empresa depende dos colaboradores para alcançar seus objetivos, e os mesmos precisam da remuneração financeira pelo seu trabalho.  A liderança atua nessa relação a fim de alinhar os interesses de ambas as partes. É indispensável que os componentes da organização, colaboradores e gestores, estejam satisfeitos no contexto dessa relação.

            Toda equipe precisa de um líder para promover a organização e harmonia entre seus componentes. Dinamismo, criatividade, articulação, visão de futuro e integridade são pré-requisitos fundamentais para aqueles que lideram um grupo. Uma liderança bem conduzida possibilita o sucesso do resultado do trabalho de toda equipe.    O líder pode, e deve, apropriar-se de instrumentos que promovam a comunicação e incentivem o respeito entre todos, pois esses dois itens são imprescindíveis a qualquer tipo de relação.


REFERÊNCIA
 AMORIM, Tânia Nobre Gonçalves Ferreira. Eu líder. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2005.

FELIPPE, Maria Inês. Os desafios da motivação. PHPortal, Rio de Janeiro. 
Disponível em:<http:// WWW.rhportal.com.br/artigos/wmprint.php>. Acesso em 21/12/2009


MARTINS, Rogério. O poder da motivação. RH- Motivação. 
Disponível em:http://www.rh.com.br/portal/motivacao/artigo/3862/o-poder-damotivacao.html. Acesso em: 21/12/2009.


Nenhum comentário:

Postar um comentário