terça-feira, 29 de março de 2011

Psicologoa Social


A relação entre Psicologia e Psicologia social inicia com a tradição pragmatica nos EUA (com a interação de minimizar conflitos) e a tradição filosofia na Europa (com raizes fenomenologica). Os criticos da psicologia social afirmavam no final da decada de 60 que a psicologia social não intervia,nem explicava, nem previa os comportamentos sociais. Mas com o passar dos anos os psicologos sociais puderam comprovar que nossa condição social é historica. O real objetivo desse ramo da psicologia é estudar a interação/interdependencia entre nós humanos e a sociedade. O Behaviorismo entra nessa história para estudar os mecanismo mentais dos homens sociais.

A posição mais critica desse estudo foi em relação á realiddade social e a contribuição da ciência para transformação da sociedade que construiu a subjetividade humana das relações sociais com um foco na interação. Um exemplo dessa subjetividade é a seguinte frase: eu dependo de você, assim como você depende de mim. Ou seja, toda relação é um encontro social.

A psicologia social passou a estudar também o psiquísmo humano na psicologia, compreendendo o homem como criador/transformador da sua própria história. Propondo a psicologia a análise de conceito como criatividade, consciencia, entre outros. O psiquísmo humano não mostra o homem como ser biológico mas um ser social.

O homem está sempre em movimento em processo de transformação na sociedade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário